Do título

Do título

"Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca."
( Dom Casmurro, Machado de Assis, cap. 32 )

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Por que o frango cruzou a estrada?

Algumas respostas:

PROFESSORA PRIMÁRIA: Porque queria chegar do outro lado da estrada.
CRIANÇA: Porque sim.
POLIANA: Porque estava feliz.
PLATÃO: Porque buscava alcançar o bem.
ARISTÓTELES: É da natureza dos frangos cruzar a estrada.
NELSON RODRIGUES: Porque viu sua cunhada, uma galinha sedutora, do outro lado.
MARX: O atual estágio das forças produtivas exigia uma nova classe de frangos, capazes de cruzar a estrada.
MOISÉS: Uma voz vinda do céu bradou ao frango: "Cruza a estrada!". E o frango cruzou a estrada e todos se regozijaram.
ALMIR KLINK: Para ir aonde nenhum frango jamais esteve.
MARTIN LUTHER KING: Eu tive um sonho. Vi um mundo no qual todos os frangos serão livres para cruzar a estrada sem que sejam questionados seus motivos.
MAQUIAVEL: A quem importa o porquê? Estabelecido o fim de cruzar a estrada, é irrelevante discutir os meios que se utilizou para isso.
FREUD: A preocupação com o fato de o frango ter cruzado a estrada é um sintoma de sua insegurança sexual.
DARWIN: Ao longo de grandes períodos de tempo, os frangos têm sido selecionados naturalmente, de modo que, agora, têm uma predisposição genética a cruzar estradas.
EINSTEIN: Se o frango cruzou a estrada ou a estrada se moveu sob o frango, depende do ponto de vista. Tudo é relativo.
HEMINGWAY: "To die. Alone. In the rain."
GEORGE ORWELL: Para fugir da ditadura dos porcos.
SARTRE: Trata-se de mera faticidade. A existência do frango está em sua liberdade de cruzar a estrada.
FIDEL CASTRO: El se fué, pero tengo muchos penachos de el en mi mano!
FEMINISTAS: Para humilhar a franga, num gesto exibicionista, tipicamente machista, tentando, além disso, convencê-la de que, enquanto franga, jamais terá habilidade suficiente para cruzar a estrada.
LULA: Não sei de nada, não tenho nada a ver com isso. Pergunte ao Zé Dirceu.
NIETZSCHE: Ele desejava superar a sua condição de frango, para tornar-se um superfrango.
CHE GUEVARA: Hay que cruzar la carretera, pero sin jamás perder la ternura...
PARMÊNIDES: O frango não atravessou a estrada porque não podia mover-se. O movimento não existe.
CAETANO VELOSO: O frango é amaro, é lindo, uma coisa assim amara. Ele atravessou atravessa e atravessará a estrada porque Narciso, filho de Canô, quisera comê-lo, ou não!
DORIVAL CAYMMI: Eu acho (pausa)... - Amália, vai lá ver pra onde vai esse frango pra mim, minha filha, que o moço aqui tá querendo saber...
MULHER FRUTA: Para se juntar aos outros mamíferos.

Salvem a professorinha


Eu ia dizer: feliz dia do professor, mas neste país isso seria uma ironia. O dia do professor só será feliz quando SE passar a ter o respeito e a importância que a profissão merece. Coisa que dificilmente acontecerá por aqui porque não é de interesse desses governos populistas e que pensam que dar esmola é a  solução ( e é, solução pra reeleição deles). Já fui professora e não pretendo voltar a ser. É insuportável ver a educação ser tratada do jeito que é. Parabéns aos que continuam, pois é preciso muita coragem.