Do título

Do título

"Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca."
( Dom Casmurro, Machado de Assis, cap. 32 )

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Heroico. Imortal. Tricolor.



Nada é fácil para o Grêmio, nunca. Mas e quem disse que o Grêmio é fácil para quem o enfrenta? Meu irmão profetizou no início do ano e profetiza a cada jogo: "Tudo vai dar certo" e eu fico repetindo como um mantra: tudo vai dar certo, tudo vai dar certo...
E deu. E vai dar. Vamos pra Libertadores pelas mão de São Portallupi, o predestinado.
2011 será o nosso ano. Grêmio, vamos contigo, para o que der e vier... (a pé, se preciso for).

Santo feriado, Batman

“Certa vez abalancei-me a um trabalho intitulado ‘Preguiça’. Constava do título e de duas belas colunas em branco, com minha assinatura no fim. Infelizmente, não foi aceito pelo supercilioso coordenador da página literária. Já viram desconfiança igual? Censurar uma página em branco é o cúmulo da censura. Em suma: o que prejudica a minha preguiça prejudica o meu trabalho”.
Mário Quintana