Do título

Do título

"Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca."
( Dom Casmurro, Machado de Assis, cap. 32 )

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Poliana


"...é personagem de um livro, um "livro para moças", uma menina de 11 anos, fia de pai missionário, fica orfã e vai morar com a tia rica e má (todo rico é mau, isa, caso vc inda nao tenha percebido). vai daí que, cercada de luxos e tristeza, a menina joga o maldito "jogo do contente", que consiste em procurar até encontrar alguma coisa boa em qrr trem que acontece. é um livro do comecinho do sec XX escrito, portanto, por alguém (uma mulher, blablala Porter) com mente do sec 19. Assim, há saudades do campo, dos bons tempos que nao voltam mais, um certo pasmo diante desse mundo novo, mais veloz, mais perigoso e menos.... gentil (hahahaha, como se o mundo alguma vez tivesse sido gentil, as pessoas sao burras demais)."

Fal, por e-mail. Melhor resenha de todas, ever.

domingo, 27 de dezembro de 2009

This is the End


De todas as decepções que eu já tive na vida, o House com essa camiseta do smile foi a pior, não resta dúvida.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Do porquê eu amo esse homem II

— E a religião acaba de matar mais um...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Do porquê eu amo esse homem I

A decepção é a raiva dos fracos...

House de hoje.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Amém, irmãos

Ela voltou, e eu tive que roubar um pedaço porque tá sensacional!!!!!

"Como dizia John Ritter numa comédia do Blake Edwards que eu vi faz tempo e adoro até hoje (é, eu também já vi décadas – nah, séculos - melhores, em tooodos os sentidos), às vezes eu até acho que Deus existe, sim, e é humorista. O que o John não disse, mas eu digo, é que caso exista mesmo, o grande palhaço no céu pertence ao meu tipo preferido de comediante : discreto, de humor negro, sardônico e auto-depreciativo. Ou seja, como quer a bíblia e bilhões de doidos no mundo inteiro, ele só pode ser judeu. Shalom, Adonai. Por via das dúvidas." Do blog da Cíntia.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Cartinha para o Papai Noel

ou
a pessoa está com insônia e sem conseguir se concentrar pra trabalhar


Querido Papai Noel,

Resolvi escrever esta cartinha para dizer que este ano eu mereço ganhar um presente de natal porque meu comportamento foi exemplar: eu entrei no amigo secreto da firrrma, comi todos os legumes, não mandei as pessoas que me disseram para ver o lado bom das coisas, que tem gente muito pior do que eu e que me mandaram ler O Segredo tomarem no cu, fui a todas as reuniões, reciclei o lixo, fui fazer compras com minha sacola ecológica, visitei parentes, disse poucos palavrões por causa da minha conexão lenta, dos programas que travam 1284 vezes por dia, dos 15 aparelhos que queimaram em sequência aqui em casa e dos e-mails com títulos como "muito lindo", "emocionante" e "repasse, por favor", sempre com um anexo em power-point que me deram muito trabalho pra excluir ( sem ler, obviamente, eu quero um presente, não o nobel da paz ), usei filtro solar ( o senhor viu que fizeram uns testes e a maioria não funciona? Não? ), pedi nota fiscal, cumprimentei os vizinhos, comprei rifa, ufa... Acho que tá bom, né, Papai Noel? O presente?
Então, será que levando tudo isso em consideração o senhor poderia, por favor, fazer o pub aqui da frente abrir falência?

Sem mais para o momento, subscrevo-me,

silvana.sifu_trabalhando@fulltime.com.br